/
 
Lisboa
Edifício Ramazzotti
Av. do Forte, Nº 6 - Piso 2
2790-072 Carnaxide
e-mail: dci@cesce.pt

Porto
Av. Sidónio Pais, 379
4100-468 Porto
e-mail: dci@cesce.pt

Contactos:
Tel: +351 21 302 55 00
Fax: +351 21 302 55 10

"Soluções de armazenamento mais inteligentes para gerir volumes de dados cada vez maiores"

O Director de Desenvolvimento de Negócio da Unidade de Negócios de Armazenamento da CESCE SI, Pedro Vieira, respondeu a várias questões colocadas pelo Jornal 'Semana Informática', para um artigo sobre armazenamento que foi publicado em Maio. Leia na íntegra as respostas e visão da CESCE SI sobre os vários temas colocadas relacionados com esta área:


Semana Informática: Que avaliação fazem do mercado nacional de storage neste momento e que tipo de expectativas de investimento têm para o curto/médio prazo?

Pedro Vieira: O impacto da atual situação económica com a consequente redução, ou mesmo congelamento, dos orçamentos disponíveis afeta também este segmento de mercado, de forma a que os projetos existentes são cancelados ou suspensos, sofrem normalmente grandes atrasos e, quando decididos, são-no em versões menos ambiciosas do ponto de vista tecnológico, de arquitetura ou expansibilidade, com vista a minimizar os seus custos. Os projetos que vemos arrancar nesta fase são sobretudo de caráter tático, muitas vezes resultando de necessidades de ampliação de capacidade ou de substituição de equipamentos que atingiram o seu fim de vida.

SI: Quais as maiores mudanças sentidas nos últimos anos no mercado de storage?

PV: Poderemos realçar a importância cada vez maior do software dos equipamentos que lhes permitem funcionalidades avançadas, por exemplo ao nível da proteção e replicação de dados, que de alguma forma minimizam o papel do hardware em si, e que por outro lado se podem substituir a funcionalidades tipicamente disponíveis em soluções de software de servidores. Em termos de hardware continuamos a assistir ao incremento da capacidade e desempenho proporcionados pelos discos e controladoras, ao mesmo tempo que o seu custo continua a decrescer a um ritmo acentuado.

SI: Quais as soluções mais procuradas neste momento? E quais as áreas do storage em que perspectivam mais crescimento?

PV: Tal como antes referido, muitos dos projetos que surgem têm por objetivo suprir necessidades de curto prazo, sem envolverem reestruturações de fundo das soluções implementadas - ampliações e renovações tecnológicas, por exemplo. Por outro lado, e com o crescimento da informação que as organizações têm que armazenar e gerir, começa a despontar algum interesse por soluções de arquivo avançado e inteligente, que permitam por um lado reduzir os custos de armazenamento dessa informação, e por outro possibilitem a pesquisa, descoberta e acesso a essa mesma informação quando devidamente arquivada.

SI: A virtualização do storage ainda continua a encontrar resistência nas empresas?

PV: Hoje em dia pensamos tratar-se de um conceito já devidamente compreendido, mas que só pode ser corretamente valorizado quando os responsáveis de TI ponderarem criteriosamente os custos de gestão e administração, muitas vezes escondidos, para além dos custos de aquisição e suporte de uma solução. Quando isso acontece as soluções de virtualização provam ser uma mais-valia, como recentemente a CESCE SI pode constatar num concurso para um projeto de renovação de storage numa das maiores empresas nacionais, em que efetivamente a possibilidade de alguns equipamentos poderem virtualizar outros nos permitiu ter uma solução diferenciadora e, no fim, ganhadora.

SI: Como está a correr a adesão à cloud? Em que situações está a ser mais procurada?

PV: Há que diferenciar as situações de adoção de cloud privada, em que já começam a haver projetos de caráter empresarial e para os quais podemos fornecer as várias soluções de hardware, software e serviços; das situações de cloud pública, que ainda não disponibilizam soluções adequadas às necessidades dos ambientes produtivos das organizações, reduzindo-se de alguma forma ao suporte das necessidades de armazenamento e proteção de informação dos utilizadores, ou à disponibilização de ambientes para desenvolvimento e testes de aplicações.

SI: Em que sentido estes ambientes podem ajudar a reduzir custos?

PV: Não conhecemos ainda um número suficiente de situações que permitam saber efetivamente qual a redução de custos que as soluções na cloud podem trazer, sobretudo se se tomar em consideração todas as variáveis como sejam os níveis de serviço no acesso à informação, as garantias de proteção, segurança e confidencialidade dessa mesma informação, etc ... Obviamente que existem ganhos evidentes obtidos com o efeito de escala por parte dos fornecedores desse tipo de soluções, com a vantagem dos clientes poderem dispensar investimentos avultados em produtos e serviços profissionais, e gastos com a gestão e administração, a troco de uma renda fixa por usufruírem de um serviço continuado.

SI: Que outras tendências se podem adivinhar ou acentuar?

PV: Assiste-se a uma tendência de "consumerização" da informação, com a dispersão do seu acesso para além dos dispositivos e locais tradicionais - pc e escritório - graças à crescente adoção de tablets e smartphones que permitem o acesso a qualquer hora e lugar através da internet. Estas novas formas de consumir informação levarão forçosamente a repensar as soluções de armazenamento e proteção da informação, com a adoção de arquiteturas multiprotocolo e distribuídas, que contenham em si mesmo os mecanismos potenciadores da partilha da informação e sua proteção.

Que desafios se impõem ao storage de futuro?

PV: Pensamos que o maior desafio se prende com a necessidade de armazenamento, proteção e gestão de crescentes volumes de informação, aos quais haverá que garantir sempre o acesso em condições ótimas e de acordo com os requisitos de negócio. Estes objetivos só poderão ser alcançados com soluções inteligentes e integradas, que conjuguem a sofisticação de funcionalidades de software com equipamentos de hardware que aliem a capacidade e desempenho à resiliência dos seus componentes.



Artigo do Jornal 'Semana Informática' publicado em Maio de 2013 >> ver aqui





voltar 
Informação Corporativa CESCE SI

A CESCE SI é uma companhia especialista no desenvolvimento de soluções tecnológicas para infra-estruturas de armazenamento e de segurança, serviços de gestão e consultoria. Com mais de 25 anos de existência, a CESCE SI tem mais de 200 clientes em Portugal e em diversos países de Língua Portuguesa, nos mais relevantes segmentos de mercado, como financeiro, segurador, telecomunicações, distribuição, indústria e administração pública.

A CESCE SI está integrada no Grupo SIA, conta em Portugal com uma equipa de 55 pessoas, e está localizada em Lisboa e no Porto.

Para mais informações, visite o nosso site em: www.cesce.pt

Ccontacto:
Departamento de Comunicação e Imagem
CESCE, Soluções Informáticas, S.A.
dci@cesce.pt
Tel. +351 21 302 55 00
Fax. +351 21 302 55 10
® CESCE, Soluções Informáticas S.A. | Suporte Técnico